sexta-feira, 31 de julho de 2009

Quarto 13

Não sei ao certo o número de vezes as quais te procurei, nem percebi que eu te procurava, Até queria sem saber. Mesmo que eu nem saiba se fui encontrado ou se achei, mas eu sei que você está comigo, e quero continuar contigo, você me faz tão feliz, o seu abraço é tão aconchegante, quando nos conduzimos em beijos e abraços, parece que não existe mais nada ao nosso redor, é arriscado [sabemos].
Tão prematuro esse dizer, mas o que não é prematuro senão o amor? Há algo mais rápido e esclarecedor do que o próprio? Que tampouco pode ser longo e complicado. Enfim, é isso, não há definições para o ato de amar, há apenas o se sentir bem ou não, e caso o caso seja se sentir bem, CONTINUE...




Um comentário:

°°jo - jo °°º"" disse...

oi amei tu blog to pachandu para cheguir ele,,, chegue o meu tbem... valeu!!