terça-feira, 26 de abril de 2016

Resiliência e indulgência

Tudo que eu quero é um carro rápido e muito dinheiro para o combustível. Tudo que eu quero é provar a dor a alegria de ser eu em cada pedacinho do mundo, provando cada delícia e dissabor. Tudo que eu quero é um companheiro para somar. Tudo que eu quero é liberdade, paz e amor.

Eu não tenho nada disso, não da forma como eu imagino. E é por isso que eu sonho tanto. É por isso que me falta a paciência que preciso. Aliás, antes de ter tudo isso que eu quero, eu sei do que mais eu preciso.

Tudo que eu preciso é manter a capacidade de me recobrar ou me adaptar à má sorte, às mudanças. Tudo que eu preciso é disposição para perdoar, e da disposição de outros para me darem clemência. Cada coisa no seu tempo.

Primeiro, o que eu preciso.
Segundo, o que eu quero.

Resiliência e indulgência cabem bem neste texto, cabem bem no meu momento atual. Muitos erros ainda virão, obviamente, e eu vou me ferrar tanto ainda. No fim, eu acredito que tudo será por um único motivo, ou melhor, três: Minha liberdade, minha paz e o Amor.

Então, seja resiliente, jovem... Seja indulgente, garoto. Sejamos!



Carpe Diem

Nenhum comentário: